Resenha ilustrada do chick lit "O diário de Bridget Jones", de Helen Fielding

O diário de Bridget Jones é um livro do gênero literário chick lit, escrito pela autora Helen Fielding. Tamanho foi seu sucesso que a história ganhou continuações, e três livros da série foram adaptados para o cinema, estrelados pela atriz Renée Zellweger e pelo ator Colin Firth.


E é sobre este livro que vamos falar na resenha de hoje!



Mas o que é uma Resenha Ilustrada?


Como sou escritora e ilustradora, resolvi juntar minha paixão por literatura com o meu amor por ilustração, ilustrando as resenhas dos meus livros preferidos do gênero chick lit. Espero que este post sirva como um guia rápido, fofo e divertido para você que também adora ler e está sempre procurando por um novo livro!


Este post possui links de afiliados. Sabe o que isso significa? Apenas que, ao comprar um produto na Amazon através dos links deste artigo, você me beneficia com uma comissão sobre a venda. Mas não se preocupe! Isso não afeta o valor da sua compra, e você ainda apoia o meu trabalho.



Preparada? Então, vamos lá!


Leia abaixo a minha Resenha Ilustrada e descubra porque você deveria apostar na leitura de O diário de Bridget Jones.



Espero que você tenha gostado da minha Resenha Ilustrada!


Se você gosta de chick lit, provavelmente vai amar esse livro. A autora o escreveu maravilhosamente bem, e é perfeitamente capaz de te arrancar risadas desde o primeiro capítulo. Em diversos momentos da leitura, eu me peguei gargalhando. A aura ao redor da história é empolgante e alto-astral, e eu senti como se estivesse em companhia de uma amiga.


É por isso que O diário de Bridget Jones é meu livro favorito de todos os tempos!





Outros posts que podem lhe interessar:


18 visualizações
Autora Renata Lustosa.jpg

Meu nome é Renata Lustosa, e eu escrevo histórias românticas, modernas e bem-humoradas de um gênero chamado chick lit, estilo literário conhecido por seus livros leves e divertidos sobre protagonistas modernas. Sou apaixonada por literatura e verdadeiramente acredito em finais felizes (tanto nos livros quanto na vida real!). Saiba mais sobre o meu trabalho clicando aqui.